A linguagem do amor

Foi na manhã de uma quinta-feira cinza e fria que nosso encontro aconteceu, num pequeno café da cidade de Halifax. Com o passo apressado por causa da chuva fina que caía e do meu pequeno atraso de 2 minutos, adentro o estabelecimento ofegante. O aroma inebriante de café torrado, misturado ao barulho de colherinhas batendo…

Corda bamba

Oi, tudo bem? Faz tempo né? Pois é, hoje faz exatamente 6 meses e 11 dias que eu não escrevia um texto para o Be Cool Boy. Desde o último texto pulbicado, logo após a nossa chegada no Canadá, minha inspiração, criatividade e fluidez de ideias simplesmente desapareceu. Os efeitos do gélido inverno Canadense teria finalmente…

A utilidade do inútil

Era um final de tarde frio e chuvoso e dezenas de pais e mães aguardavam a saída dos seus filhos, aglomerando-se no saguão da escola, à espera do sinal. Contrariando meu habitual atraso, naquele dia eu havia chegado cedo e, enquanto meu filho ainda estava em sala de aula, eu contemplava releituras da obra Abaporu, de Tarsila…

A fã

Num sábado à tarde, durante um demorado passeio numa grande livraria do shopping, caminhávamos por entre as estantes em busca de uma leitura interessante, quando, de repente, sou surpreendida por uma pergunta: – Com licença, tu és a mãe do Toni? Quem me perguntava era uma mulher jovem, bonita, bem vestida, que me olhava com…

Para Vicente, com carinho!

Talvez você já tenha ouvido falar nele em algum post anterior do Be Cool Boy, mas hoje eu preciso apresentar formalmente um personagem que fez parte da vida do Luca Toni nos últimos anos: Vicente, o dinossauro de um só dente. Este simpático dinossauro verde, muito antes de ganhar forma (através das mãos habilidosas da…