Planos ou Expectativas?

Após um longo dia de trabalho, chego em casa pouco depois das 21h. Sou recepcionada por um menino de 6 anos, saltitante e sorridente, que me abraça e me beija antes mesmo de eu largar minhas coisas no sofá. Seu olhar me dizia que ele estava cheio de coisas para me contar. Contenho a euforia…